Sem categoria

3 dicas fundamentais para quem tem dificuldade de amar e ser amado

2021-08-23

3 dicas fundamentais para quem tem dificuldade de amar e ser amado

Todo mundo sonha com um grande amor, mas a verdade é que poucos têm maturidade emocional para vivê-lo. Existem aquelas pessoas que simplesmente não são capazes de amar em sua totalidade, no entanto, outras doam tudo que podem, mas não sabem receber amor – o que é tão problemático quanto. Mas afinal, de onde vem essa crença de falta de merecimento? Quem não consegue receber amor, acredita ser indigno dele e costuma associa-lo a sofrimento.

dar e receber amor 1
Foto: Gemma Chua-Tran / Unsplash

É claro que essa associação é feita de maneira totalmente inconsciente, ninguém um dia decide viver histórias difíceis e sofrer por amor. Mas a dificuldade em amar e ser amado, na maioria das vezes, deriva de traumas do passado e crenças que foram cristalizadas lá na nossa infância. Pode ter sido algo que ouvimos com frequência, um acontecimento marcante ou até mesmo da simples observação das pessoas que nos rodeavam. Se você viveu em um lar sem amor e afeto, é muito provável que carregue essas feridas durante sua vida adulta.

dar e receber amor 2
Foto: Jamie Street / Unsplash

Entretanto, a dor não torna um amor mais forte e autêntico – apenas muito mais difícil. Você não precisa “perseguir” um relacionamento e sofrer para que ele realmente importe, para que você se sinta que ele é de verdade. Pode até demorar, mas quando você aprende que amor de verdade é leve e nos faz bem, os dramas perdem espaço em sua vida e tudo parece fluir com mais facilidade. Muito desse aprendizado vem do autoconhecimento e do próprio amadurecimento, mas aqui vão 3 dicas para você que está com dificuldades no amor:

1. Mostre sua vulnerabilidade

Tire sua máscara e abandone os joguinhos. Se você acreditar que para ser digno de amor, precisa fingir ser um parceiro perfeito, para que assim se sinta finalmente querido e desejado, sua história de amor já estará começando torta. Você até pode atrair um parceiro em potencial, mas não é a falsa perfeição que sustenta um relacionamento a longo prazo. Quando você faz pisa em ovos e está sempre preocupado em ser perfeito, está abdicando de sua própria vulnerabilidade, ingrediente fundamental de verdadeiras conexões. Isso sem contar que, invariavelmente, você está dizendo ao seu parceiro que também não consegue lidar com a vulnerabilidade dele. Seja você, seja autêntico, mostre suas fraquezas. Você jamais será feliz em uma relação de falsas aparências e tampouco descobrirá o potencial do verdadeiro amor, aquele que não está nem um pouco preocupado cm quantos diplomas você tem na parede.

2. Saiba lidar com seus sentimentos

Quando você não consegue lidar com seus próprios sentimentos, acaba culpando o outro e abrindo espaço para o drama. Não conseguir comunicar aquilo que estamos sentindo, é quase a mesma coisa do que fingir que sentimos algo diferente do que realmente sentimos. Vamos de exemplo? Alguma coisa te deixou irritado, mas você acha mais fácil não lidar com isso. No lugar de conversar e resolver, você fecha a cara. O outro, por sua vez, não tem ideia do que está acontecendo e presume que é algo com ele. Ou você também pode optar por dizer “Estou bem”, achando que vai resolver alguma coisa, quando na verdade está apenas confundindo seu parceiro. E este tipo de drama é tão irritante, porque você está efetivamente mantendo um parceiro à distância e se recusando a se conectar com ele, por medo de que ele não goste do que você tem a dizer.

Escolha o caminho da transparência e mostre a ele o que você sente, enquanto abandona o medo de que ele te rejeite por fazer isso. Ao se reconectar com suas emoções, você se mostra autêntico e seguro, e consequentemente, muito mais passível de amar e ser amado.

3. Encontre alguém com o mesmo nível de consciência

Não é sobre química e borboletas no estômago, é sobre segurança emocional e isso só conseguimos ter quando estamos em uma relação com alguém que tenha o mesmo nível de nível de consciência que nós. Quando eu falo consciência, estou querendo dizer valores, sonhos, o que aquela pessoa espera de uma relação e até onde ela está disposta a lutar. Quando entramos em um relacionamento com alguém que tem o mesmo propósito que nós, não há perseguição e não há jogos. Esta é a chave para se sentir digno de dar e receber amor – encontrar um parceiro que esteja aberto para o mesmo.

 

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.