Saúde

A relação da obesidade com a saúde bucal; entenda

2021-05-31

author:

A relação da obesidade com a saúde bucal; entenda

O descontrole com a alimentação é um dos grandes males da sociedade, levando à obesidade e saúde bucal deteriorada. Ademais, a dieta desbalanceada é capaz de provocar outras doenças como a hipertensão e diabetes. Isso tem motivado estudos e pesquisas que relacionam as características em comum entre os diversos tipos de doença, por exemplo, o consumo desenfreado de produtos saturados, repletos de açúcar e gordura. Em um rol amplo estão reunidos:

  • Refrigerantes e sucos industrializados;
  • Bolachas recheadas;
  • Diversos tipos de pão;
  • Carnes gordurosas.

São alimentos pobres em nutrientes e que têm levado muitas pessoas a problemas cardíacos, pancreáticos ou de fígado. Por isso, é preciso estar atento ao que se leva à boca, pois isso pode fazer toda a diferença na qualidade de vida e na saúde bucal.

obesidade e saude bucal
Foto: Yusuf Belek / Unsplash

A relação da obesidade com os problemas bucais

Pouca gente sabe, porém a obesidade pode acarretar em diversos problemas na saúde bucal, como a periodontite, que é uma inflamação na gengiva e nas partes que servem de sustentação para os dentes. Segundo estudos, a obesidade pode resultar no aumento dos problemas inflamatórios bucais, como o citado anteriormente, em 29%. Essa situação se dá, principalmente, por conta de substâncias que são produzidas nas células de gordura e acarretam em inflamações. Além da doença periodontal, a obesidade pode ser responsável também pelos seguintes casos:

 

  • Erosão dentária;
  • Cárie dentária;
  • Xerostomia (boca seca);
  • Entre outros.

Ademais, a obesidade pode estar ligada diretamente com a imunidade baixa, o que também faz com que diversos problemas de saúde, bucais ou não, afetem esse grupo de pessoas. Por isso, o acompanhamento com diversos médicos é importante.

Faça acompanhamentos de rotina

Além de visitar os dentistas, visando reduzir as chances de problemas, bem como fazer o acompanhamento do tratamento com aparelho ortodôntico ou qualquer outro, é necessário também ir ao endocrinologista. Assim, o profissional fará a indicação dos alimentos apropriados para pessoas com tendência à obesidade, ou mesmo as que já estão obesas por outras razões, podendo ajudar a evitar que o sistema imunológico seja afetado. Pensando assim, dentistas e endocrinologistas devem trabalhar em conjunto, principalmente, para evitar qualquer alteração no corpo humano, impedindo que a obesidade seja um problema para a saúde como um todo.

A obesidade pode ser resultante da ansiedade

Pense só, quando uma pessoa passa por um tratamento dentário, ela pode sofrer de ansiedade, ou mesmo pânico, conforme chega a data do atendimento no consultório odontológico. Assim, o profissional deve passar todas as informações necessárias, esclarecendo todas as dúvidas, principalmente para que o paciente não se sinta desconfortável ou com uma fome incontrolável. Se for um tratamento que exige a colocação de aparelho de dente, pode ser que as refeições tenham que ser controladas, evitando uma série de produtos que podem causar a obesidade. Inclusive, durante um período, será necessário se acostumar com todas as peças na boca, com braquetes sobre a superfície dos dentes e borrachinhas que ajustam a mordedura. Ademais, o maxilar não abrirá da mesma forma que antes. Após o tratamento, o paciente pode ficar ansioso e passar a consumir diversos produtos que lhe foi renegado por um determinado tempo. Isso pode provocar a obesidade, além de outros problemas que podem estar atrelados à saúde bucal. Por isso, é necessário que o dentista acompanhe todo o tratamento. Não apenas fazendo os ajustes necessários no aparelho dentario, mas também verificando como anda a ansiedade e o consumo de alimentos de forma correta.

Atenção com os alimentos gordurosos e que afetam os dentes

Os sintomas relacionados à saúde bucal e a obesidade estão em estudos por diversos centros de pesquisa, mas muitas variáveis estão relacionadas de maneira clara e evidente. Basta associar o açúcar presente em muitos doces e refrigerantes, o que acaba exigindo o tratamento do clareamento dental, e pode acarretar na elevação de peso de uma pessoa, principalmente quando ela não enxerga o limite para consumo.

Conclusão

Os cuidados com a saúde bucal podem auxiliar no controle da obesidade, além de evitar dores de dente por conta de cáries, gengivite e outros problemas que podem surgir se a dieta não for adequada ao longo do tempo. É possível provar diversos sabores e temperos, incluindo legumes, vegetais e hortaliças nas refeições, assim como frutas no lugar da sobremesa cheia de açúcar. Por fim, é preciso apostar na higienização bucal recorrente, sempre após as refeições e antes de dormir, isso independentemente se você tem implante dentário ou não. A higienização bucal é parte vital da rotina.

 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental e um de nossos parceiros.