Animais

Cientistas afirmam terem descoberto nova espécie de baleia no México

2020-12-14

author:

Cientistas afirmam terem descoberto nova espécie de baleia no México

Na manhã do dia 17 de novembro, uma equipe de cientistas e conservacionistas da Sea Shepherd Research Mission capturaram imagens de uma espécie de baleia não identificada nas águas ao norte das Ilhas San Benito, no México. Semanas depois de analisarem as imagens, eles afirmam que, possivelmente descobriram uma nova espécie de baleia. Os avistamentos ocorreram em uma região de três ilhas remotas localizadas a aproximadamente 493 km da fronteira com os Estados Unidos.

nova especie baleia 1

Segundo o grupo, foi o som emitido pelas baleias que o fizeram acreditar que uma nova espécie havia sido descoberta. Até hoje este sinal acústico ainda não foi identificado no mundo. A equipe capturou fotos e imagens dos animais e implantaram um microfone subaquático especializado para registrar os sinais acústicos emitidos pelas baleias. As evidências fotográficas e acústicas revelam a presença de uma espécie de baleia inteiramente nova. Exames de genética estão sendo realizados para comprovar a hipótese.

nova especie baleia 2

“Vimos algo novo. Algo que não era esperado nesta área, algo que não corresponde, visual ou acusticamente, a qualquer coisa que se saiba existir”, confirmou Jay Barlow, presente na expedição. As baleias, assim como todos os cetáceos, emitem sinais acústicos de localização sob a água. Esses sons são únicos para cada espécie e podem identificar com segurança os tipos de baleias presentes na área. Neste caso, o som nunca tinha sido ouvido.

nova especie baleia 3

A análise inicial indica que as características físicas das baleias avistadas não correspondem a qualquer outra espécie conhecida, o que fez os pesquisadores acreditarem que os animais observados nesta expedição são uma espécie recém-identificada. “A descoberta de uma nova espécie de baleia prova quanto mistério ainda resta para ser descoberto nos oceanos que nossos capitães, tripulações e parceiros de pesquisa lutam para defender“, comemora Peter Hammarstedt, Sea Shepherd.

 

Fotos: Simon Ager/SeaShepherd.org

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.