Saúde

Cientistas descobrem compostos que podem impedir a degeneração do Alzheimer e Parkinson

2021-07-22

Cientistas descobrem compostos que podem impedir a degeneração do Alzheimer e Parkinson

Cientistas russos sintetizaram compostos químicos que podem impedir a degeneração dos neurônios nas doenças de Alzheimer e Parkinson, assim como em outras patologias cerebrais graves. Ambas são doenças em que a degeneração gradual dos neurônios leva à perda da fala, da memória e do pensamento e até então os remédios existentes visavam apenas melhorar os sintomas, mas não podiam interromper o próprio processo de neurodegeneração.

compostos alzheimer e parkinson 1
Foto: Louis Reed / Unsplash

De acordo com a pesquisa, recentemente publicada no European Journal of Medicinal Chemistry, o grupo sintetizou novas moléculas das classes pirrolil- e indolilazina, que ativam mecanismos intracelulares para combater uma das principais causas das doenças cerebrais. Segundo eles, as doenças acontecem devido a um excesso das chamadas estruturas amilóides que se acumulam no cérebro humano com a idade.

compostos alzheimer e parkinson 2
Foto: National Cancer Institute / Unsplash

“Nossos compostos ativam a síntese de proteínas de choque térmico específicas e causam seu acúmulo na célula”, explicou a coautora da pesquisa e professora do Departamento de Química Orgânica e Biomolecular da UrFU Irina Utepova.

compostos alzheimer e parkinson 3
Foto: HalGatewood.com / Unsplash

Esses compostos protegem o tecido neuronal de um excesso de amilóides tóxicos e protegem as células de vários tipos de estresse, incluindo estresse proteotóxico característico de doenças neurodegenerativas. As substâncias já foram testadas em portadores de Alzheimer, Parkinson e em pessoas com lesões secundárias após uma lesão cerebral traumática. Em ambos os casos, as novas substâncias demonstraram um efeito terapêutico significativo, aumentando a sobrevivência das células neuronais.

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.