Relações Humanas

Como parar de levar as coisas para o lado pessoal pode mudar sua vida

2021-05-31

Como parar de levar as coisas para o lado pessoal pode mudar sua vida

O que move a vida não é o nosso trabalho, o dinheiro e tampouco a noção capitalista de que devemos estar o tempo todo produzindo. O que dá sentido à vida e está diretamente ligado com o bem-estar e o sentimento de alegria, é a qualidade dos nossos relacionamentos. Não é à toa que quando temos problemas com as pessoas que amamos, a vida toda parece que está dando errado! E é exatamente por isso que nossos relacionamentos sempre serão a coisa mais importante em nossas vidas e possuem um impacto tão forte sobre nós, tanto bons quanto ruins.

levar para o pessoal 1
Foto: Tom Pumford / Unsplash

No entanto, todos nós iremos enfrentar desafios nas relações com os outros, sejam por motivos externos, ou pela maneira que algumas pessoas nos tratam. São aquelas pessoas prontas a criticar a qualquer momento, que reclamam de tudo, menosprezam a nós e a outras pessoas e dizem coisas cruéis com a desculpa que estão sendo sinceras. Como lidar com isso à medida que pessoas tóxicas podem causar um verdadeiro estrago em nossas vidas? Parando de levar as coisas para o lado pessoal!

levar para o pessoal 2
Foto: Tim Marshall / Unsplash

É claro que o ideal seria não conviver absolutamente com pessoas tóxicas, invejosas e que não nos impulsionam a crescer. Porém, muitas vezes isso não é assim tão simples quanto deveria, o que não nos impede de mudar de atitude frente à elas, afinal, sejamos a mudança que queremos ver no mundo, não é mesmo? O que não podemos fazer é continuar aceitando que pessoas sem inteligência emocional continuem nos desgastando. Veja 3 motivos pelos quais você deveria parar de levar as coisas para o lado pessoal hoje mesmo:

1. Porque todo mundo possui cicatrizes do passado

Todos, incluindo as pessoas que não foram legais com você, possuem cicatrizes do passado. Estas pessoas cresceram com um sistema de crenças familiares, que muitas vezes o ensinou sobre como tratar os outros – mesmo que inconscientemente. Talvez uma mãe critica demais, porque sua mãe também era extremamente crítica; um pai ausente talvez nunca tenha conhecido o pai dele e aquele ex-namorado possessivo tivesse ciúmes de você porque ele mesmo já enfrentou diversos episódios de traição. O que eu quero dizer é que, por mais próximos que sejamos de alguém nunca saberemos de fato o que aquela pessoa enfrentou até aqui. Cada um de nós carrega suas próprias cicatrizes, e muitas vezes, através das relações humanas essas cicatrizes podem se abrir.

2. Porque existe outra maneira de se relacionar

Se você está enfrentando dificuldades em qualquer relacionamento que seja, pare de levar para o lado pessoal e tente se perguntar qual seria a verdadeira causa da dor e infelicidade desta pessoa. Esteja certo de que na maioria das vezes tamanha negatividade ou truculência não dizem respeito a você, mas a ela mesma. Quando você enxerga o outro de um ponto de vista da compreensão, compaixão e empatia, você entende que ele não quer necessariamente te machucar. Isso não significa que você tenha que tolerar ou aceitar maus-tratos, mas que existe uma maneira de fazer com que a negatividade das pessoas em relação a você não te machuquem mais. Se a conversa estiver difícil, simplesmente deixe para outro dia e se a pessoa estiver querendo brigar, responda dizendo que você não quer isso e vai embora viver a sua vida.

3. Porque estamos todos no mesmo barco

Todos nós estamos enfrentando problemas, lutando para pagar os boletos e atravessando uma pandemia que já dura mais de um ano. Entenda que todo mundo tem seus próprios fantasmas e sombras, mas isso não quer dizer que precisamos aceitar um relacionamento tóxico ou abusivo. No entanto, quando mudamos de perspectiva e passamos a enxergar o outro como um companheiro de jornada terrestre, entendemos que as pessoas não precisam nos agradar o tempo todo e que apenas nós somos responsáveis pela nossa felicidade.

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.