Idosos

Eles imigraram para o Brasil há 60 anos, prosperaram e agora estão plantando figos para levar prosperidade ao sertão nordestino

2021-04-20

author:

Eles imigraram para o Brasil há 60 anos, prosperaram e agora estão plantando figos para levar prosperidade ao sertão nordestino

As pessoas envelhecem quando deixam de sonhar, como o casal de japoneses Takeo e Nobue Kimura, ambos de 87 anos, ensina. Eles, que imigraram do Japão há mais de 6 décadas, viviam em Taubaté – interior de São Paulo, mas acabam de se mudar para o Sertão do Ceará para realizar o sonho antigo de plantar figos em uma das regiões mais áridas do Brasil. De acordo com a filha Cristina Emi Vianna, uma dos 8 do casal, eles sempre foram muito gratos ao Brasil e a ideia de usar todo o conhecimento como agricultores para plantar uma fruta originária do Oriente Médio no nordeste, foi a maneira que o casal encontrou de retribuir tudo que o nosso país fez por eles.

japoneses plantacao figos nordeste 1

Fugidos da Segunda Guerra Mundial, eles chegaram no interior paulista no ano de 1956 e se estabeleceram em fazendas da região. A atividade na agricultura, ao passar dos anos, trouxe prosperidade. No início eles trabalhavam para fazendeiros da região, depois foram juntando dinheiro e comprando terras, o que deu uma vida confortável à família e permitiu a realização do sonho. E foi do trabalho na terra que também surgiu a ideia de levar prosperidade ao sertão nordestino, uma das regiões mais pobres do Brasil. “Eles dizem que o Brasil os recebeu de braços abertos e sempre tiveram a vontade de retribuir essa acolhida de alguma forma”, conta Cristina.

japoneses plantacao figos nordeste 2
Foi neste navio que eles chegaram no Brasil

Foi de tanto ouvir relatos de que o Nordeste era uma região onde havia muita desigualdade e muitas pessoas pobres, que “eles decidiram fazer algo para, de alguma forma, mudar essa realidade”, afirma o filho mais novo do casal Fernando Yutaka. Durante mais de 20 anos, eles se preparavam para realizar este sonho. Muito desta decisão também veio de uma memória antiga de Takeo, quando um veterano da Associação Rikkouka – responsável pelo processo de imigração ao Brasil na época em que o casal imigrou, que minutos antes deles entrarem no navio, disse esta frase ao japonês: “Vocês japoneses, busquem no Brasil um ideal muito maior do que fazer dinheiro, busquem o ideal de mudar, transformar, lugares e pessoas”.

japoneses plantacao figos nordeste 3
Takeo tinha apenas 24 anos quando chegou no Brasil

Depois de uma vida de muito trabalho e com os filhos já independentes, chegou a hora de realizar o sonho, o que não foi assim tão simples quanto parece, como explica Cristina.“Eles já são idosos e isso de certa forma nos trouxe receio. Mas entendemos que este sempre foi o grande sonho da vida deles. Não tínhamos o direito de privar a realização desse desejo. Além disso, eles estavam muito determinados e decididos”, explica a filha.

Figos que prosperam

Há 20 anos, Takeo visitou o Ceará para pesquisar melhor sobre a execução de seu sonho, e foi nesta viagem que ele decidiu escolher o Estado e não qualquer outro do nordeste brasileiro. E o figo pareceu ser a fruta ideal, uma vez que vem de uma região onde o clima também é árido e semiárido, semelhante ao do Sertão nordestino. Em seguida, os próprios filhos ajudaram o casal a escolher uma propriedade na zona rural de Tabuleiro do Norte. E finalmente, em 2019, Takeo e seu filho Fernando partiram rumo à nova fazenda em uma caminhonete, com apenas roupas do corpo e mudas de figo. “Quando pisei os pés dentro da minha propriedade, no Ceará, tive a certeza de que fiz a escolha certa. Ali já me senti realizado”, relembra o vovô.

japoneses plantacao figos nordeste 4

No início de 2020, as primeiras mudas de figo começaram a brotar. No lugar da paisagem árida que costumamos ver pelo nordeste, mais de 30 hectares de puro verde mostra que com dedicação conseguimos realizar até o impossível. “Olhando o verde brotar por aquele chão escaldante, comprovei com meus olhos o que meu pai sempre me dizia: ‘No Brasil não há terra ruim. O que há é terra sem cuidado adequado e falta de dedicação'”, afirmou Cristina.

japoneses plantacao figos nordeste 5
O doce de figos de Fernando já é um sucesso no país

 

O solo arenoso foi transformado em área fértil. Hoje já são mais de 15 mil pés de figo, mas o objetivo do casal é chegar aos 45 mil. Felizes em estarem vivenciando este sonho, eles também estão mudando a realidade de alguns nativos, já que a fazenda gera empregos aos nordestinos. Mas quem disse que eles estão satisfeitos? O casal ainda pretende criar uma pequena escola para as crianças da região, sobretudo filhos dos agricultores que trabalham com eles. “Minha mãe visualiza a criação de uma pequena escola para as crianças da região. Já meu pai, quer servir de exemplo para que venham outros empreendedores e unam forças para montarem uma cooperativa de modo a atraírem investimentos e transformarem a região num grande polo de produção de figos e frutas para exportação. Eles sempre reforçam o desejo de retribuir tudo que receberam do Brasil. Querem deixar um legado e ajudar no desenvolvimento da região onde escolheram morar”, diz Cristina orgulhosa em ver o sonho dos pais se transformando em realidade.

japoneses plantacao figos nordeste 6

A plantação de figos já rendeu algumas colheitas e a meta do casal é exportar os figos ao mercado europeu. Além de buscarem produzir uma fruta de excelente qualidade, o filho Fernando desenvolveu uma espécie de doce de figo desidratado, que já está sendo vendido em São Paulo e Minas Gerais. E para quem pensa que tudo são flores, os primeiros desafios também já surgiram, quando a plantação foi atingida por uma espécie de praga no início de 2021. E como eles não usam absolutamente nenhum tipo de pesticida, a solução não é simples. Determinados como eles são, alguém duvida que eles conseguirão contornar o problema em breve?

Fotos: arquivo pessoal

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube