Felicidade

Entenda por que a busca constante pela felicidade pode te deixar infeliz

2021-07-15

Entenda por que a busca constante pela felicidade pode te deixar infeliz

Todo ser humano é movido por algum sonho, no entanto, muitas vezes nos limitamos por pura teimosia – o que deixa a felicidade uma conquista cada vez mais improvável. Vivemos em um mundo com tantos ruídos e tantas possibilidades, que muita gente passa a vida perseguindo sonhos que não são delas ou se colocando em uma posição de constante controle, não deixando margem alguma para o inesperado. O resultado é uma vida repleta de frustração e a sensação de que a felicidade é um sonho distante. Como consequência, essas pessoas saem à caça de uma alegria que não está do lado de fora e acabam por ser cada vez mais infelizes.

busca pela felicidade 1
Foto: Ravi Roshan / Unsplash

O escritor e mitologista Joseph Campbell tem uma frase que resume de maneira simples e eficaz a necessidade de confiarmos mais na vida. Segundo ele: “Devemos estar dispostos a abrir mão da vida que planejamos para ter a vida que está esperando por nós”.  E o que ele quis dizer com isso?

Sair do lugar de controle

Que a partir do momento em que aceitamos que as coisas podem não ser necessariamente do jeito que imaginamos, elas podem ser ainda melhores se estivermos dispostos a confiar em seu movimento. Muitas vezes perdemos tempo e gastamos energia perseguindo uma obsessão, que muitas vezes nem é aquilo que nos fará feliz.

busca pela felicidade 2
Foto: Aziz Acharki / Unsplash

A partir do momento em que saímos da posição de controle e fazemos da confiança nosso principal motor, compreendemos que a felicidade não é algo que se busca, ela está presente em nosso cotidiano quando apreciamos as coisas simples da vida, vivemos nosso propósito e estamos dispostos a abandonar certas convicções em nome de nossa própria paz.

Tudo começa com o amor próprio

Todos nós buscamos aprovação externa, apreciação, reconhecimento e validação de outras pessoas, e sabemos o quão prazeroso pode ser receber essas coisas. Ser dependente disso, entretanto, é a receita para a infelicidade permanente.

busca pela felicidade 3
Foto: Mohamed Nohassi / Unsplash

O budismo ensina que o sofrimento humano vem sobretudo do apego. Apego em coisas materiais, nos outros e, neste caso, às nossas crenças de como as coisas deveriam ser. Quando conhecemos o amor próprio, nos damos conta que o mundo lá fora não é responsável pela nossa felicidade e que acreditar nisso é o que nos afasta cada vez mais dela.

 

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.