Saúde

Estudante de 17 anos inventa curativo que muda de cor ao identificar infecções

2021-03-31

author:

Estudante de 17 anos inventa curativo que muda de cor ao identificar infecções

Dasia Taylor, tem apenas 17 anos, mas foi nomeada uma das 40 finalistas da Regeneron Science Talent Search, considerada a maior competição de ciências e matemática para alunos do último ano do ensino médio nos Estados Unidos.  A adolescente mora em Iowa e inventou um curativo que muda de cor ao identificar infecções.

estudante curativo muda de cor 1

O curativo inventado por ela são pontos de sutura que mudam de cor quando identificam qualquer alteração no pH do paciente. É o pH que consegue medir o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade de determinada solução. Tingidos com beterraba, a estudante descobriu que a raiz oferece o corante perfeito para sua invenção, já que muda de vermelho vivo para roxo escuro quando uma ferida cirúrgica está infeccionada. “Descobri que a beterraba muda de cor no ponto de pH perfeito”, explicou a jovem.

estudante curativo muda de cor 2

Mais simples do que muita gente pode imaginar, depois de mais de um ano de pesquisa, Taylor está trabalhando para obter a patente de suas suturas. Seu maior objetivo é que elas sejam usadas em países em desenvolvimento, salvando vidas ao oferecer uma solução acessível.

estudante curativo muda de cor 3

“O objetivo do meu projeto é diminuir o número de infecções mortais em países em desenvolvimento. Eles deveriam ter os recursos para salvar seus cidadãos em seu país, então meu objetivo é trabalhar nisso e ter certeza de que meus pontos podem de fato detectar diferentes tipos de infecções”, explica. Taylor está acabando o último ano do ensino médio e espera cursar ciências políticas na  Howard University – localizada em Washington.

 

Foto 1: Liz Martin/The Gazette
Fotos 2 e 3: Society for Science

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube