Terapias Holísticas

Estudo aponta que abraçar vacas é bom para nosso bem-estar e saúde mental

2021-03-05

Estudo aponta que abraçar vacas é bom para nosso bem-estar e saúde mental

Nestes tempos pandêmicos, nunca falamos tanto sobre saúde mental. Diante de tantas incertezas, priorizar nosso bem-estar é uma questão de sobrevivência e para isso as pessoas testam inúmeras terapias alternativas. De óleos essenciais à meditação passando pelo contato com a natureza, um estudo coordenado por uma ONG em Gurugram, na Índia, aponta uma nova saída em busca de mais qualidade de vida: abraçar vacas. De acordo com o autor SP Gupta, a prática oferece muitos benefícios tanto físicos quanto emocionais.

terapia de abracar vacas 1

Inspirada pela crescente onda de pessoas que amam abraçar vacas, a ONG inclusive vai abrir um espaço dedicado apenas a isso, um centro de abraços de vacas. Mas não é apenas na Índia, país onde a vaca é sagrada, que isso acontece. A prática já vem sendo testada em algumas fazendas pelo mundo, como na Holanda, Reino Unido, Suíça e Estados Unidos.

terapia de abracar vacas 2

Os inventores da terapia foram Kamdhenu Gowdham e Arogya Sansthan, que em busca de terapias não convencionais para acalmar as pessoas, se deram conta de que os animais nos ajudam a esquecer de nossos problemas. “Abraçar vacas não apenas cura doenças respiratórias, pressão arterial, dores na coluna, problemas cardíacos, depressão, mas também tristeza, ansiedade e todos os tipos de estresse”, explicaram em entrevista à BBC.

terapia de abracar vacas 3

De acordo com eles, em vários países acredita-se que esse hobby é capaz de gerar sentimentos positivos e diminuir o estresse, aumentando a ocitocina em humanos, hormônio liberado no vínculo social. A professora associada e médica da NIIT University, chamada Ritu Dangwa, confirma e diz que “como psicóloga e alguém que já passou por isso, estar com vacas é extremamente terapêutico”, afirma.

 

Foto 1: Getty-cynoclub
Foto 2: Pinterest
Foto 3: Mountain Horse Farm

 

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube