Alimentação

Estudo mostra que alimentos fermentados combatem a inflamação e aumentam a imunidade

2021-07-29

Estudo mostra que alimentos fermentados combatem a inflamação e aumentam a imunidade

Constituída por cerca de 100 milhões de microorganismos, a microbiota intestinal está diretamente ligada com nossa saúde, uma vez que combatem a inflamação e aumentam a imunidade. De acordo com um novo estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, uma boa alimentação deve conter iogurtes, probióticos e fermentados, já que eles não somente melhoram a saúde intestinal e respiratória, como reduzem o risco de doenças crônicas como diabetes tipo 2 e doenças cardíacas.

dieta antiinflamatoria 1
Foto: Autumn Hassett / Unsplash

Para os pesquisadores, somente agora que a ciência está descobrindo que os benefícios dos alimentos fermentados podem estar ligados à capacidade de combater os sinais de inflamação crônica no corpo das pessoas. Para analisar a relação entre alimentos fermentados e inflamação, eles atribuíram aleatoriamente a 36 adultos saudáveis ​​um regime de dez semanas rico em alimentos fermentados (incluindo iogurte, kefir, kimchi, salmoura vegetal e kombucha) ou rico em alimentos fibrosos, como vegetais, legumes, grãos inteiros, nozes e sementes. Como os dois grupos de alimentos demonstraram apoiar a saúde intestinal e a imunidade, o objetivo era saber qual dos dois grupos seria mais beneficiado.

dieta antiinflamatoria 2
Foto: Megumi Nachev / Unsplash

Ao longo deste período, os pesquisadores notaram 230 marcadores diferentes de inflamação e encontraram uma diferença importante: o grupo dos alimentos fermentados mostrou uma diminuição em 19 proteínas inflamatórias diferentes circulando em seus sangue, enquanto aqueles que comeram a dieta rica em fibras não mostraram nenhuma tendência de queda. Além disso, os cientistas também investigaram a atividade de várias células imunológicas e descobriram que quatro delas estavam menos ativas entre o grupo de alimentos fermentados, sinalizando um sistema imunológico menos estressado em comparação com as mesmas células no grupo de alimentos fibrosos.

dieta antiinflamatoria 3
Foto: Anshu A / Unsplash

“A razão pela qual analisamos tantas métricas diferentes é porque queríamos ver essa tendência inflamatória e de imunidade mais ampla, e se ela estava aumentando ou diminuindo, porque sabemos que níveis mais elevados de inflamação crônica estão presentes com doenças crônicas, então, por outro lado, menos inflamação geral reflete um melhor perfil de imunidade”, explica a principal autora do estudo Hannah Wastyk. Um corpo inflamado é uma bomba relógio e está associado a diversos problemas de saúde, portanto, investir em uma dieta antiinflamatória é mais do que uma questão de moda ou estética, é saúde!

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.