Autoconhecimento

Guia de como parar de resistir às mudanças e se abrir para o novo

2021-08-06

Guia de como parar de resistir às mudanças e se abrir para o novo

Embora as mudanças estejam ao nosso redor e saibamos que uma das leis universais é de que nada é estático, pode parecer assustador. Por uma questão de sobrevivência, que nos agarra à zona de conforto, por mais desconfortável que ela seja, começamos a resistir às mudanças e aceitamos ficar em uma situação que não é saudável para nós, pelo simples fato de que mudar dá trabalho e medo. Mas a verdade é que nós não temos tanto controle quanto pensamos em relação à vida, o que significa que quanto mais resistirmos, mais dolorido será o processo. Por isso preparamos um guia de como parar de resistir e se abrir para o novo.

resistir mudancas
Foto: Håkon Grimstad / Unsplash

Um autor desconhecido uma vez disse “Quando a lagarta pensou que sua vida havia acabado, ela se tornou uma borboleta”. Essa frase resume exatamente a sensação de liberdade que sentimos quando finalmente temos coragem de abraçar a dinâmica da vida.

1. Compartilhe seus medos

Em vez de se concentrar nos aspectos negativos de uma nova mudança e listar os motivos pelos quais ela não é boa para você, compartilhe seus medos com as pessoas próximas, com a intenção de superá-los. Erramos muito em compartilhar apenas as coisas boas que acontecem com nós e guardar os medos e fracassos a 7 chaves. Não precisamos dar conta de tudo o tempo inteiro, é permitido se mostrar vulnerável. Isso sem contar que, ao compartilhar seus medos você se dará conta de que muita gente está em uma situação parecida que a sua.

2. Concentre-se naquilo que você pode controlar

Quando somos confrontados com a mudança, temos a impressão de que tudo está fora de nosso controle. No entanto, uma das melhores maneiras de enfrentá-la é se concentrar no que você pode controlar nessa situação. Pergunte a si mesmo: “Pelo que posso assumir a responsabilidade agora?”. Ao assumir o controle, a mudança parecerá menos intimidante e mais gerenciável. Todo o resto, porém, solte e confie!

3. Reserve um tempo para você

O autocuidado é importante em qualquer momento da sua vida, mas especialmente quando você se depara com a ansiedade de tempos desafiadores. Temos a tendência de ser duros demais com a gente, mesmo quando estamos sofrendo. O autocuidado é uma forma de dizer a nós mesmos que merecemos ser feliz, tudo começa a partir da autocompaixão.

4. Confie mais em você

Ao se deparar com algo novo, você pode se pegar pensando nas muitas maneiras pelas quais isso pode dar errado. Para aliviar essa sensação, relembre de algo que deu certo na sua vida, uma conquista, um sonho realizado e lembre-se: você é capaz!

5. Lembre-se que transições são temporárias

O desconforto que sentimos diante da mudança é apenas temporário. Embora seja assustador no início, cada nova mudança logo se tornará seu novo normal e será muito mais confortável. Aceite este fluxo da vida, nada é estático, tudo é impermanente!

6. Medite

Uma vez que você aceita a mudança, seja ela qual for, e compreende que não consegue controlar tudo, pode usar a meditação a seu favor. Saiba que se você não consegue controlar o mundo lá fora, sua mente é você quem comanda. A prática constante da meditação vai acalmar sua mente, te fazer tomar melhores decisões, compreender o momento que você está vivendo e levar mais equilíbrio à sua vida.

 

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.