Autoconhecimento

Guia de como se libertar do medo do que as pessoas pensam de você

2021-08-18

Guia de como se libertar do medo do que as pessoas pensam de você

Você não se preocuparia tanto com o que os outros pensam de você, se percebesse como a grande maioria das pessoas não está nem aí para o que faz ou deixa de fazer. Perceba a ironia que existe nisso: muitas vezes deixamos de fazer algo ou de viver a vida que sempre sonhamos, por medo do que os outros vão pensar. E se você acha que esse é um pensamento típico de quem tem problemas de autoestima, aí é que está o erro. Por vezes, deixamos de ser quem realmente somos, justamente por acharmos que estamos no centro das atenções, crença muito ligada à infância, quando tínhamos essa necessidade de sermos observados o tempo todo. Por isso, hoje vamos falar sobre como se libertar do medo do que as pessoas pensam de você.

necessidade de aprovacao
Foto: niu niu / Unsplash

A primeira coisa que você precisa entender é que, nós tendemos a passar pela vida como se cada movimento nosso estivesse sendo observado, julgado e avaliado pelas pessoas ao nosso redor, mas a verdade é que, a não ser que você seja uma celebridade, ninguém está reparando em você. E eu não estou dizendo isso para que você se sinta inferior, mas para que você se liberte e faça o que deve ser feito de uma vez por todas. Quando que foi a última vez que alguém precisou de sua opinião para tomar uma decisão? Então por que você se sente assim tão dependente do que os outros vão pensar?

Como se libertar do medo do que as pessoas pensam de você

1. Acolha sua criança interior

Sempre gosto de lembrar que é impossível viver um presente com equilíbrio e construir um futuro abundante, sem antes fazer as pazes com o passado. Muitas crenças que carregamos quando somos adultos e nos impedem de crescer, vêm lá da infância. Por mais difícil que tenha sido a sua, e por mais portas entreabertas que você tenha deixado, cure sua infância, acolha sua criança interior. Compreenda que seu passado não pode ter o poder de empacar a sua vida, e que você não teve culpa do que se passou com você. Cure seu passado, perdoe quem te fez mal e, principalmente: você. Você cresceu, hoje é adulto e não tem mais a necessidade de aprovação dos outros, tampouco de ser o centro das atenções. Ninguém te deve nada, é você quem constrói sua realidade.

2. Trabalhe seu amor próprio

Não querer ser o centro das atenções é diferente de se sentir minimizado pelos outros. Somos nós que ensinamos os outros sobre como merecemos ser tratados. Portanto, tenha clareza de quem você é e onde pretende chegar e não desista disso. Não abra mão de sua essência e individualidade, libere-se da escravidão de querer agradar todo mundo o tempo todo. Ame-se em primeiro lugar, respeite sua história, tudo que passou até chegar aqui, reconheça sua personalidade e não aceite menos do que você merece.

3. Libere-se da necessidade de aprovação

As pessoas que te amam irão te apoiar e respeitar suas escolhas, mesmo que elas não sejam exatamente o que elas esperavam. Então por que você precisa da aprovação dos outros? Silencie e tente compreender de onde vem essa necessidade. Agora eu vou te contar um segredo: a autenticidade é um imã de pessoas que se importam com nós. Ao invés de tentar mudar para se encaixar e atender expectativas alheias, seja você, fortaleça sua personalidade e verá como essa liberdade irá atrair somente as pessoas que se interessam por você e pelo que você faz.

4. Tenha clareza das coisas que você quer fazer

Alguns exercícios podem nos ajudar a ter mais clareza daquilo que gostaríamos de fazer, mas não fazemos por medo do que os outros vão pensar. Escreva as coisas em sua vida que você tem medo de fazer e então, a cada dia, risque uma dessas coisas de sua lista. Lembre-se de que todos estão ocupados pensando em uma coisa – eles próprios. Passar pela vida com essa mentalidade tornará você muito mais propenso a enfrentar os demônios que estão impedindo você de viver a vida que deseja. Um exemplo: faz tempo que você quer ligar ou mandar um whatsapp para aquele amigo que não fala há anos, mas você não faz por medo de ser considerado estranho. Tenha certeza de que há 99% de chance de que a pessoa fique extremamente grata pela sua chamada. Liberte-se da necessidade de aprovação e abrace de uma vez por todas a autenticidade!

 

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.