Sustentabilidade

Jovens baianas lançam iniciativa que estimula a participação de empresas em ações sociais

2021-04-07

Jovens baianas lançam iniciativa que estimula a participação de empresas em ações sociais

O setor socioambiental brasileiro acaba de ganhar uma forte aliada na busca por expansão e desenvolvimento. É a empresa de consultoria de negócios ‘Inspira Projetos’, criada por duas jovens apaixonadas por projetos sociais que encontraram uma maneira empreendedora de contribuir para o fortalecimento do setor. Com uma visão colaborativa e um espírito contemporâneo, as sócias Ianne Ferreira e Mayara Garcia acreditam que aumentar a participação de empresas em ações sociais, tanto regionais como nacionais, é o caminho para uma melhor distribuição de renda no Brasil, o que torna o trabalho ainda mais
encantador.

release inspira 3

“A criação da Inspira veio através da motivação de fazer algo consoante aos meus propósitos e valores. Empreender, portanto, foi uma escolha pautada na ideia de levar o nosso trabalho e esforços, nosso desejo de causar um impacto positivo em nossa sociedade e nossa competência para outros patamares, investindo no nosso sonho de desenvolver cada vez mais o cenário de projetos socioambientais no nosso país”, relatou Ianne Ferreira – Diretora de Desenvolvimento. A principal vertente de atuação da empresa é oferecer consultoria para projetos de impacto socioambiental, que precisam de ajuda no planejamento, na
atuação e na divulgação de suas ações sociais. É uma maneira de tornar os resultados visíveis e todo o processo transparente para uma possível captação de recursos ou uma maior eficiência durante o processo. Segundo Mayara Garcia, Diretora de Parcerias, foi justamente a necessidade das organizações sociais de preparo e de investimentos que incentivaram a criação da empresa.

release inspira 1
Sailing Sense – projeto que promoverá uma série de iniciativas inclusivas e vivências náuticas para pessoas com deficiências diversas

“Depois de trabalhar por vários anos em projetos socioambientais e organizações da sociedade civil, percebi que dois grandes gargalos ainda existentes nesse meio são: o planejamento estruturado dos projetos e acaptação de recursos. E a Inspira nasceu para apoiar as organizações nessas ações”, contou Mayara. Para garantir o sucesso das relações de negócios, a Inspira não só presta consultoria às organizações sociais, como também às empresas que buscam promover e financiar ações de responsabilidade social. Levando em consideração os valores do cliente e os resultados esperados para a comunidade diretamente impactada, é possível unir projetos e financiadores ou promover uma ação diretamente pela empresa.

release inspira 2
Projeto Mineruá, que tem como objetivo a estruturação e apoio de cooperativas extrativistas na região de Alvarães e Tefé, no Amazonas

Seja realizando a consultoria ou captando recursos, o principal trabalho dessas empreendedoras é desbravar um setor em crescimento e de grande potencial: incentivando a cooperação, estimulando a independência e valorizando a criatividade das comunidades locais envolvidas nos projetos. Além de trabalhar pela diminuição da desigualdade e promoção da responsabilidade social de todos. Por tudo isso, mais do que uma empresa, Mayara Garcia considera a Inspira um negócio social. “Somos uma empresa de consultoria, mas nos consideramos um negócio social porque a nossa paixão e nosso objetivo principal é apoiar, fomentar, viabilizar projetos socioambientais cada vez mais estruturados e mais potentes”, relata.  A empresa chega ao mercado com o pé direito, apresentando dois grandes projetos: o Sailing Sense e o Mineruá. Realizado pelo Instituto Sense, o Sailing Sense irá promover vivências náuticas para pessoas com deficiências diversas, contribuindo, assim, para o desenvolvimento holístico destas pessoas, por meio do autoconhecimento, da prática de atividade física e do empoderamento. Já o Mineruá, promovido pela empresa Eco Food, oferece apoio para a estruturação de cooperativas extrativistas na região de Alvarães e Tefé, no Amazonas, orientando e formando a comunidade sobre outras possibilidades de atividades econômicas e formas de subsistência, frisando a importância da proteção e preservação do ecossistema local.

 

Fotos: divulgação

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube