Saúde

Neurocientistas dizem a primeira coisa que eles fazem de manhã para a saúde do cérebro

2021-07-23

Neurocientistas dizem a primeira coisa que eles fazem de manhã para a saúde do cérebro

Atravessada pela tecnologia, a vida moderna acontece em um ritmo alucinante e muitas vezes prejudicial à saúde mental das pessoas. Começar a trabalhar ou abrir a caixa de email assim que acordamos está longe de ser um hábito saudável, por isso alguns neurocientistas decidiram listar alguns hábitos benéficos ao cérebro que eles mesmos costumam fazer todas as manhãs.

coisas fazer ao acordar
Foto: Julian Hochgesang / Unsplash

Segundo Patrick K. Porter – neurocientista e criador do aplicativo de meditação BrainTap e Kristen Willeumier – neurocientista especializada em neurobiologia e neuroimagem, são essas as coisas que eles fazem pela manhã logo que acordam e que ajudam a manter a saúde do cérebro:

Acordar sem alarme

De acordo com eles, uma das piores coisas que podemos fazer ao sistema nervoso é acordar com um alarme estrondoso. As pessoas que necessitam de um alarme geralmente deitam-se mais tarde ou têm um sono de má qualidade, por isso precisam ser acordadas pela manhã. Porém, para uma pessoa que vai dormir cedo e tem um sono de qualidade, é perfeitamente possível acordar cedo sem a necessidade de um alarme.

Meditar

Eles também encontram tempo para alguns minutos de meditação pela manhã. “A meditação alivia o estresse e a ansiedade ao reduzir o cortisol e a epinefrina, o que ajuda a regular a pressão arterial, a frequência cardíaca e os padrões respiratórios”, explicam.

Tomar água ao invés de café

Você não precisa eliminar completamente o café de sua vida, mas saiba que tomar uma xícara de café em jejum logo pela manhã é prejudicial à saúde. Além de ser extremamente ácido para o corpo, depois de 8 horas de jejum nós precisamos nos hidratar com água e não com café, segundo os especialistas.

Não comer imediatamente

De acordo com os neurocientistas, o ideal é esperar uma hora para começar a tomar o café da manhã. Aproveite este tempo para arrumar a casa, meditar, fazer yoga ou mesmo tomar banho. “Os microrganismos em nosso intestino liberam neurotransmissores, ou seja, serotonina, dopamina, vitaminas, hormônios e outras moléculas de sinalização que podem impactar nosso humor, comportamento e função cognitiva”, explica Willeumier.

Praticar exercícios

O exercício é uma das melhores maneiras de manter o cérebro saudável e os exercícios cardiovasculares, especificamente, aumentam o fluxo de oxigênio para o cérebro, sua capacidade de formar novas conexões, reduzem o risco de perda de memória e aumentam a capacidade de atenção plena.

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.