Saúde

Pesquisa mostra 5 hábitos noturnos das pessoas que vivem mais

2021-06-22

Pesquisa mostra 5 hábitos noturnos das pessoas que vivem mais

O que faz algumas pessoas viverem mais do que outras? Ao analisar diversos hábitos de pessoas de diferentes culturas ao redor do mundo, o pesquisador, jornalista e fundador do projeto Blue Zones, Dan Buettner, descobriu que algumas populações vivem mais e melhor se comparadas a outras populações do mundo. Segundo ele, ter um estilo de vida saudável e viver mais depende de vários fatores e é por causa destes hábitos que as pessoas que vivem nas cidades de Okinawa (Japão), Sardenha (Itália), Loma Linda (Califórnia), Nicoya (Costa Rica) e Icária (Grécia) chegam com facilidade aos 100 anos. Mas nós não podemos falar de longevidade sem classificar o sono como um dos pontos chave, por isso confira abaixo os 5 hábitos noturnos das pessoas que vivem mais no mundo.

habitos boa noite de sono
Foto: Vladislav Muslakov / Unsplash

1. Ter um ritual do sono

Não é à toa que pais de primeira viagem precisam ensinar seus bebês que a hora de dormir está chegando graças aos rituais de sono. O mesmo deveria ser mantido por toda a nossa vida, uma vez que os adultos também podem se beneficiar de um cronograma de sono consistente. A higiene do sono é fundamental para quem quer dormir bem: evite comer antes de se deitar, não consuma alimentos excitantes, limite o uso de telas e desligue do trabalho. Seu cérebro precisa compreender que chegou a hora de dormir e de desligar.

2. Priorize uma boa noite de sono

Não abdique de uma noite completa de sono. Embora precisemos de menos sono quanto mais velhos ficamos, lutar por uma noite inteira de descanso quando você é mais jovem promove longevidade, melhor função cerebral, imunidade e níveis aumentados de energia.

3. Reconheça o que está te estressando

O estresse já foi considerado pela OMS como a doença mais incapacitante do século e com a pandemia o Brasil teve um aumento de 80% no número de pessoas estressadas. Só conseguimos lutar contra este estresse a partir do momento em que reconhecemos aquilo que está no estressando. Uma vez que você fez isso, é hora de tirar essas coisas de sua vida, porque embora nem sempre sejam realizadas à noite, atividades estressantes podem afetar a quantidade e a qualidade do sono.

4. Não coma antes de ir pra cama

Quando estava fazendo sua pesquisa, Buettner descobriu que todas as pessoas que vivem nas zonas azuis não têm o costume de comer tarde da noite. “Elas também costumam fazer pequenos jantares no início da noite e se abstêm de lanches noturnos”, afirma. Segundo ele, em Okinawa os japoneses recitam uma frase antes de cada refeição: hara hachi bu. “Isso os lembra de comer cerca de 80% da comida, em vez de se empanturrar a ponto de estourar”, completa.

5. Tomar uma taça de vinho após as 17h

De acordo com a pesquisa de Buettner, quatro das cinco comunidades oficiais da Zona Azul bebem álcool com moderação, principalmente vinho. “Há muitas evidências nas Zonas Azuis de que um copo por dia, especialmente com amigos e com uma refeição … provavelmente reduz sua mortalidade”, disse.

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.