Empatia

Professor abraça aluno armado e evita mais uma tragédia em escola nos EUA

2019-10-22

author:

Professor abraça aluno armado e evita mais uma tragédia em escola nos EUA

Infelizmente, não foram poucos os casos de massacres em escolas nos Estados Unidos. Em um país onde qualquer um pode comprar uma arma pela internet, este é um caso recorrente. Porém, a pergunta que precisamos fazer é: “Além de proibir a venda e porte de armas, o que precisamos fazer para evitar que mais ataques aconteçam?”. Para um professor, a resposta está no amor. Com um abraço ele conseguiu impedir que um aluno armado cometesse uma tragédia em um colégio no Oregon.

A cena incrível de coragem e carinho foi gravada pelas câmeras de segurança do colégio e acabou viralizando. Foi graças à empatia do treinador de futebol americano – Keanon Lowe, que o estudante Angel Granados-Diaz – de 18 anos, concordou em largar a arma e começar um ataque.

 

“O universo funciona de maneiras surpreendentes. Tenho sorte e estou feliz por estar naquela sala, por aquelas crianças e poder evitar essa tragédia”, afirmou o professor à emissora NBC. O caso aconteceu em maio deste ano, mas o vídeo foi divulgado apenas agora.

professor abraça aluno 1

“Eu só queria que ele soubesse que eu estava lá. Eu disse a ele que estava lá para salvá-lo. Eu estava lá por uma razão e que essa é uma vida que vale a pena ser vivida”, lembrou o professor Lowe. Autoridades disseram que Angel Granados-Diaz estava passando por uma crise de saúde mental quando levou a arma para a escola.

professor abraça aluno 2

Apesar do desfecho feliz, este caso nos mostra a necessidade de discutir o porte de armas nos Estados Unidos, mas, sobretudo a urgência de se falar abertamente sobre saúde mental. É preciso conversar, encontrar um profissional e tratar o assunto como uma questão de saúde pública – e não um tabu. O melhor antídoto contra a violência é a empatia.

 

 

 

Foto 1: reprodução
Fotos 2 e 3: Unsplash

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.